Retrospectiva 2010-Fotos do Super Estaleiro que está construindo o N/T João Cândido

sex, dez 17, 2010, 7.351 views

Destaques, Fotos, Tecnologia  

Bookmark and Share

por Erik Azevedo


O Estaleiro Atlântico Sul, chamado no começo como o estaleiro “virtual”, enfim através destas fotos, vemos que ele é bem real. Nestas fotos mostram toda a grandiosidade deste empreendimento, atualmente ele é o maior estaleiro da América Latina.

Matéria anteriormente publicada dia 17 de maio de 2010.

EAS

O mais novo estaleiro de grande porte, já esta em atividade, o interessante que enquanto o estaleiro ainda esta em faze de construção, o primeiro navio já esta sendo montado dentro do dique, e não é para menos ser o N/T João Cândido, o novo Suezmax da nova frota da Transpetro.

Características

O Estaleiro Atlântico Sul conta com capacidade de processamento de 160 mil toneladas de aço/ano, 1 milhão e 620 mil metros quadrados de terreno, área industrial coberta de 130 mil metros quadrados e um dique seco de 400 metros de extensão, 73 metros de largura e 12 metros de profundidade. O dique é servido por dois pórticos Goliaths de 1.500 toneladas/cada, dois guindastes de 50 toneladas/cada e dois de 35 toneladas/cada.
O porte destes equipamentos permite reduzir substancialmente o tempo de edificação, possibilitando ao Estaleiro figurar no seleto time das plantas navais de quarta geração, junto aos estaleiros asiáticos, considerados a vanguarda da construção naval mundial.
Quanto à área de cais, o Estaleiro Atlântico Sul possui um cais de acabamento com 730 metros de extensão, equipado com dois guindastes de 35 toneladas. Outros 680 metros de cais são utilizados para a construção e reparo de plataformas offshore.

Samsung Coreia

O Estaleiro Atlântico Sul utiliza tecnologia licenciada pela Samsung Heavy Industries. O know-how da Samsung está sendo transferido através de acordos de assistência técnica (technical assistance agreements) nas áreas relativas ao projeto da planta industrial do empreendimento; engenharia e projeto das embarcações; suprimentos e treinamento.

EAS Dique Seco com o N/T João Candido

O Estaleiro Atlântico Sul S.A., criado em novembro de 2005, tem como sócios brasileiros os grupos Camargo Corrêa e Queiroz Galvão e a empresa PJMR. A sócia internacional é a sul-coreana Samsung Heavy Industries (SHI). A empresa é a maior mais moderna do setor de construção e reparação naval e offshore do hemisfério sul. O empreendimento, um marco na revitalização da indústria naval no Brasil, é resultado de investimentos de R$ 1,4 bilhão e tem capacidade instalada de processamento da ordem de 160 mil toneladas de aço por ano.

A empresa produz todos os tipos de navios cargueiros de até 500 mil toneladas de porte bruto (TPB), além de plataformas offshore dos tipos semi-submersível, FPSO (Sistemas Flutuantes de Produção, Armazenamento e Transferência de Petróleo), TLP (Plataformas de Pernas Atirantadas) e SPAR, entre outras. Também oferece um amplo leque de serviços de reparo de embarcações e unidades de exploração de petróleo, valendo-se da sua localização estratégica no transporte marítimo global e privilegiada em relação a grandes regiões produtoras de óleo e gás em águas profundas.

A mudança já está em curso e chama-se Estaleiro Atlântico Sul (EAS). Instalado em Ipojuca, cidade de menos de 60 mil habitantes e a 57 quilômetros de Recife, o estaleiro está com suas obras em ritmo acelerado. E não é para menos. Sua construção se dará praticamente em paralelo ao início das obras dos 10 petroleiros Suezmax que a Transpetro encomendou ao consórcio Atlântico Sul.

O projeto do dique foi feito pela tradicional empresa inglesa Royal Haskony. O dique tem 400 metros de comprimento por 73 metros de largura e 12 metros de profundidade, é atualmente o maior da América Latina, com capacidade para construir navios  do porte ULCC – Ultra Large Crude Carrier, os maiores que existem.

Não poderíamos deixar denotar o gigantesco pórtico Goliath de 1.500 toneladas.

O segundo pórtico em faze de montagem ainda, enquanto o navio esta quase pronto o que fará dobrar a capacidade de içamento de módulos, e  consequente  aumento na velocidade de montagem dos cascos.

Agradecimentos especiais ao Comandante Aviador -Wanderley Duck.

, , , , ,

18 Respostas para “Retrospectiva 2010-Fotos do Super Estaleiro que está construindo o N/T João Cândido”

  1. Misael Berdeide:

    Sensacional!

    Responder

  2. Felipe:

    erik,

    parabens pelo post, eu mesmo nao tinha nem idéia como era

    abs!

    Responder

  3. Marcelo Dotta:

    Dizem que o EAS está em pé de guerra com o governo de PE. Isto porque, como não usou metade da área que ganhou, o governo quer agora o terreno não utilizado para doar para um outro estaleiro, concorrente.

    Ou seja, político dá com uma mão e depois retira com as duas.

    Sds marinheiras.

    Responder

  4. Marcelo Dotta:

    SÓ PARA ADICIONAR:

    Suape negocia a instalação de novo estaleiro

    A administração de Suape espera para os próximos dias um documento que oficialize o interesse de um grande grupo em construir um segundo estaleiro no Estado, dessa vez específico para a construção de plataformas de petróleo. Esse novo estaleiro seria um investimento do mesmo porte do Atlântico Sul (EAS), que está demandando investimento geral de R$ 1,4 bilhão.

    O governo faz questão de manter em sigilo os nomes dos grupos em negociação, mas fontes do mercado indicam que o negócio interessaria às empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez e grupos internacionais, como a Jurong, de Cingapura. As negociações estão sendo conduzidas com apoio da Planave, consultoria do Rio de Janeiro que está trabalhando, junto com a Projetec, no novo plano diretor de Suape. “Há três grupos na praça cogitando fazer um grande estaleiro”, afirmou ao JC Paulo Oliveira, executivo da indústria naval e sócio da consultoria Janus. Segundo ele, um dos problemas para abrigar um novo grande estaleiro é área disponível. “Eu já percorri de helicóptero da Bahia ao Rio de Janeiro em busca de uma área boa e não achei”, afirma.

    De acordo com o secretário de Desenvolvimento do Estado, Fernando Bezerra Coelho, Suape já negociava e está aguardando a oficialização do pedido de área, que seria na própria Ilha de Tatuoca, onde opera o EAS e ainda tem disponível 300 hectares para uso industrial. De acordo com a Petrobras, este mês a empresa vai lançar a licitação para comprar 28 sondas de perfuração para a área do pré-sal. A proposta do futuro estaleiro seria participar dessa licitação como “virtual” e, caso arremate encomendas, iniciar a construção do empreendimento. Essa foi justamente a estratégia usada pelo Atlântico Sul.

    http://jc3.uol.com.br/jornal/2009/04/15/not_326661.php

    Sds marinheiras.

    VIVA A MARINHA MERCANTE BRASILEIRA!!

    Responder

  5. Wagner Simas:

    Espetacular…muito show.

    Parabéns pelo post.

    Abraços a todos.

    Responder

  6. Naria Eugenia:

    Que espetaculo!!!! Uma coisa magestuosa!!
    Parabéns pelo posto!!
    Bjs

    Responder

  7. C.A.Muller:

    É isso mesmo!
    A partir do final de junho estaremos definitivamente em Suape na faina de recebimento do João Cândido. Se passarem por lá, não deixem de visitar! É muito bom ver o nosso país com estaleiros tão bons quanto os da Coréia e Singapura. Estamos no início de um novo ciclo de bom tempo.

    Acreditem, as fotos não dão a real dimensão do empreendimento. É bem maior do que parece.

    Responder

  8. Pedro Parente:

    Como sempre as aulas-posts do Erik são muito bem vindas! Quando passar por Pernambuco de novo, certamente darei uma visitada!

    Abraços!

    Responder

  9. thiago kempin:

    Realmente sensacional amigo, proporções grandiosas colocando o Brasil no rumo certo. Orgulho de ser brasileiro, agora temos que correr atraz para ter 100% tecnologias, projetos brasileiros. Um abraço amigo.

    Responder

  10. thiago kempin:

    Só para complementar o comentário anterior, tudo o que envolve grandiosidade aqui no Brasil mesmo que por mais magnifico que seja, ainda sim ficam suspeitas no ar, esses politicos, governos gostam mesmo de gastar dinheiro, poxa o EAS teve um investimento de 1,4 bilhão, agora o novo estaleiro saíra por 300 milhões, é uma diferença muito grande, alguma coisa deve estar de errado, tem gente mamando na teta ai. ABRAÇOS!

    Responder

  11. Nanda Catão:

    Very nice golden boy! Fantastic!

    Responder

  12. Samuel Aguiar:

    Como sempre Erik….Show de Bola!!!

    Mas como Cearence confesso…se esse empreendimento fosse em meu estado seria melhor.

    Saudacoes de alem-mar

    Responder

  13. Dayse Silva Pereira:

    O Estado de Pernambuco está de parabéns com a construção deste Top Estaleiro, e o Brasil fica em pé de igualdade com outros países que também possuem grandes estaleiros.Este evento mostra que estamos alavancando a indústria naval, os setores de tecnologia e novas frentes de trabalhos.
    Boa matéria Erik!

    Responder

    • Breno Bidart:

      Deyse
      Não podemos nos esquecer de além de dar os parabéns para o Estado de Pernambuco é de dar o PÊSAMES PARA O ESTADO DE SANTA CATARINA.
      O efeito Marina Silva fez esse Estado perder uma fonte de receita e emprego jamais imaginada.
      Breno Bidart

      Responder

  14. CLC Sidnei Esteves:

    CALMA!

    Responder

  15. Nayara F. Marques:

    Bom artigo Erik.
    Informações concretas e fotos muito esclarecedoras.
    Parabéns!

    Responder

  16. Anne Torres:

    Bom dia, é maravilhoso quando voce percebe que os esforços de milhares de brasileiros fazem renascer a industria naval. Sempre fico emotiva quando vejo fotos do estaleiro,pois sei que teve a minha ajuda, o suor do meu trabalho, a minha alegria, estresse, correria, etc. Parabens a todos que participam ou participaram do crescimento deste patrimonio historico, cultural e tecnologico de Pernambuco e do Brasil.

    Responder


Trackbacks/Pingbacks

  1. [...] Retrospectiva 2010-Fotos do Super Estaleiro que está construindo o N/T João Cândido var addthis_config = {"data_track_clickback":true}; [...]

Deixe uma resposta

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes