Adeus ao “homem peixe” – “Zé Peixe”

qui, abr 26, 2012, 4.672 views

Convés, Destaques, Navegação, Praticagem  

Bookmark and Share

por Erik Azevedo

Poucos foram como ele, viveram por completo sua profissão tão intensamente e com tanta dedicação quanto ao Prático “Zé Peixe”.

Falece hoje o mais famoso dos práticos da antiga geração ainda em atividade, José Martins Ribeiro Nunes, o Zé Peixe, como ficou internacionalmente conhecido, como o Fish Pilot do Brasil.

Nascido em Aracaju, no dia 5 de Janeiro de 1927, ele falece aos 85 anos de idade bem vividos na barra do Rio Sergipe.

Nascido em Aracaju, filho de  uma professora de matemática e de  um funcionário público; foi criado em uma casa em frente ao rio Sergipe,  próxima a capitania dos portos e que pertencera aos seus avós, onde vive até hoje. Aprendeu a nadar com seus pais, e desde a infância brincava no rio ou o atravessava a nado para pegar os frutos dos cajueiros da outra margem.

Com 11 anos já era um exímio nadador, enquanto os outros meninos iam de canoa até a praia de Atalaia, ele ia a nado. Um dia o comandante da marinha Aldo Sá Brito de Souza estava desembarcado na Capitania dos Portos pois sua âncora tinha enganchado no fundo do rio, e ao observar a destreza do garoto José Martins, o apelidou de “Zé Peixe”, alcunha que se firmou.

Seus pais também preferiam que Zé Peixe se ativesse aos estudos e lições de casa, mas ele só queria saber de ficar na praia vendo o fluxo dos barcos e desenhando navios, ou no rio orientando os capitães sobre as mudanças dos bancos de areia de seu leito.

Quando Completou 20 anos ingressou no serviço de Prático da Capitania dos Portos. Casou-se na década de 60, mas nunca teve filhos, e é viúvo há 25 anos da sra Maria Augusta de Oliveira Nunes.

Seu jeito vigoroso, corajoso, independente e trabalhador sempre foram vistos como exemplos de caráter e de um envelhecimento digno. Foi tema de vários jornais, revistas, livros, entrevistas e reportagens televisivas ao longo das décadas, tanto nacionais quanto internacionais. Foi uma das atrações que conduziu a tocha pan-americana em Sergipe durante os Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio, fazendo o trajeto de barco.

Antes de falecer se afastou do mar, pois sofria de Mal de Alzheimer, que o deixou limitado e restrito à sua casa onde era assistido pela família.

Praticagem

Em 1947, seu pai o fez ir até o serviço da Marinha, onde mediante concurso foi admitido como Prático do Estado lotado na Capitania dos Portos de Sergipe, profissão que exerceu por mais de meio século (naquela época a remuneração do prático era bem mais modesta).

A barra do Rio Sergipe era uma das piores entradas portuárias do país, Zé Peixe pela sua dedicação e seu conhecimento detalhado da profundidade das águas, das correntezas e da direção do vento sempre se destacou no serviço de praticagem.

Mas era seu modo peculiar de trabalhar que o fez famoso em vários meios de comunicação; quando um navio tinha que sair do porto guiado pelo prático, ele não se utilizava de lancha; subia a bordo e uma vez guiada a embarcação para o mar aberto, amarrava suas roupas e documentos na bermuda e saltava do parapeito da nave em queda livre de 17 metros até a água (prédio de 5 andares), nadava até 10 km para chegar a praia, e ainda percorria a pé outros 10 km até a sede da Capitania dos portos.

Nas chegadas dos navios ao porto, as vezes se utilizava de uma lancha para ir em busca das embarcações mais distantes e as aguardava em cima da boia de espera (a 12 km da praia) durante toda a noite ou mesmo durante todo dia, até a maré ser propícia a aproximação e ao desembarque no porto. Estes feitos eram realizados até em sua idade mais avançada, o que surpreendia tripulação e comandantes desavisados; certa vez um comandante russo ordenou que o segurassem antes do salto, pois pensou que o mesmo estava fora de si.

Várias outras situações demonstravam sua bravura na profissão, o que lhe rendeu muitas homenagens. Já aos 25 anos salvou três velejadores do Rio Grande do Norte. Quando vinha orientando uma embarcação a vela para fora da barra, a mesma virou e lançou todos os tripulantes no mar revolto; Zé Peixe e sua irmã Rita conseguiram trazer a salvo os velejadores até a praia. Outro acontecimento foi com o supply Mercury; que vindo com funcionários de uma das plataformas da Petrobras,incendiou se  em  mar aberto. O prático chegou ao navio em chamas em um barco de apoio, e apesar do risco de explosão, subiu a bordo e orientou a embarcação até um ponto mais seguro onde todos pudessem saltar e nadar para terra firme.

Foi agraciado com vários prêmios e medalhas: pelo salvamento da iole potiguar (barco a vela) recebeu a medalha ao mérito em ouro do Rio Grande do Norte; por seus dedicados anos de trabalho recebeu a Medalha Almirante Tamandaré ; homenageado com a Medalha de Ordem do Mérito Serigy, mais alta condecoração do município de Aracaju e eleito o Cidadão Sergipano do Século XX. Em 2009, com 82 anos e já enfermo, solicita junto à Marinha seu afastamento definitivo da praticagem (Portaria N 141/DPC, 13/10/2009).

Zé Peixe deixa a Marinha Mercante aos 85 anos vítima de insuficiência respiratória, fica aqui nossa singela homenagem à um verdadeiro homem do mar.

, , , , , ,

30 Respostas para “Adeus ao “homem peixe” – “Zé Peixe””

  1. claudio mcb:

    ALTOS CARPADOS QUE O ZÉ DAVA. QUE ESTILO. NEM OS MERGULHADORES DAS ESCARPAS MEXICANAS TINHAM UM SALTO TAO BONITO. VÁ COM DIOS ZÉ PEIXE.

    Responder

  2. tiago barros lobo:

    perda inestimavel, fiquei ate em choque qndo entrei no blog e vi tal noticia!! que netuno o tenha!!

    Responder

  3. CTR Juliana Peranzzetta:

    Poucas pessoas podem dizer que realmente faziam o que gostavam como este grande ser humano que acaba de descansar… Que Deus o tenha!!!

    Responder

    • CTR:

      NA PRÁTICA DE ZÉ PEIXE+: … a teoria fôra outra. …

      Responder

      • CTR:

        BACKWATER: fôra muito util. por Zé Peixe+ para voltar para casa. E o backwater da corrente
        de maré de vazante … a ponte construida na corôa do meio, fôra util. pelo o mesmo, mas a
        praia da mesma ficara praia de pedras. …

        Responder

  4. Epitacio:

    Companheiros das Águas,

    Tive a oportunidade de conhecer este Velho Lobo do Mar (Sr. José Martins), que honra para alguém que já precisou do seu conhecimento, da sua praticagem, e com isso poder fazer parte da sua história. Por algumas vezes fui guiado por ele ao entrar no Porto de Aracajú, onde tinha a certeza e a segurança de contar com aquele homem de pele ressecada e de olhar concentrado. Que vc esteja tão protegido pelas Mãos de DEUS, como nós marítimos nos sentia-mos, quando estávamos com vc no nosso Comando, ZÉ PEIXE.

    Sentidas condolências aos familiares.

    Responder

  5. luiz b. c. de vasconcellos:

    QUE O GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO, O GUIE NA NAVEGACAO CELESTIAL, COMO ELE, O NOSSO QUERIDO E ESTIMADO ZÉ PEIXE, NOS CONDUZIU COM TODO CARINHO, AFEICAO, SEGURANCA, PROFISSIONALISMO E OUTROS TANTOS ADJETIVOS, QUE SE EU FOSSE ENUMERÁ-LOS FICARIA ASSAZ CANSATIVO. COMO PROFISSIONAL FOSTES E SERAS UM I C O N E NO SERVICO QUE EXECUTASTES, COM TANTO AMOR E CARINHO, NUNCA ME ESQUECEREI DE TÍ, E DA SAU IRMÀ A RITA PEIXE, QUE ME ENSINARAM A NADAR E ME INFLUENCIARAM PARA QEU DESPERTASSE EM MIM AOS DEZ ANOS DE IDADE A VONTADE DE SER PRATICO, PROOFISSAO QUE EXERCO COM BASTANTE DIGNIDADE, ALÉM DOS MEUS PAIS, TIVESTES UMA PARCELA BEM GRANDE NA MINHA FORMACAO MORAL EPROFISSIONA, EU NUNCA ME ESQUECO DO DIA EM ME QUE VISTES TOMANDO BANHO DE MAR DEFRONTE DA SUA CASA, PELA MANHA E SABENDO QUE ERA GAZETA QUE EU ESTAVA FAZENDO, SOLICITASTES A MINHA SAIDA DO MAR, MANDOU QUE EU TOMASSE UM BANHO DE CANEQUINHO NA SUA CASA E DEPOIS ME ACOMPANHOU ATE O COLEGIO ESTADUAL DE SERGIPE, CERCA QUATROCENTOS METROS DA SUA RESIDENCIA E FICOU NA PORTA ATE QUE EU ADENTRASSE. MUITO OBRIGADO, A PARTIR DAÍ NUNCA MAIS FALTEI A NENHUMA AULA. NO FINAL DE SEMANA. COMO SOIA ACONTECER DIRIGI-EM PARA O TRAMPOLIM FEITO POR VOCE, TIVEMOS UMA CONVERSA, OU MONOLOGO DE SUA PARTE, DIZENDO-EM QUE NAO ERA O DONO DA VERDADE, POREM EU HAVIA ERRADO, IGUALZINHO AO MEU PAI, NAO FALEI NADA, ALEM DE PEDIR DESCULPAS E EXTERNAR QUE NUNCA MAIS COMETERIA ESTE ATO. AGRADECO A DEUS PELO FATO DE HAVER COLOCADO ESTE HOMEM COM H MAIUSCULO NO MEU CAMINHO. O B R I G A D O MEU QUERIDO Z E P E I X E , SAO PESSOAS. COMO VOCE QUE TORNAM O MUNDO MELHOR, DESCANSE EM PAZ, JUNTO AO NOSSO PAI CELESTIAL, E EU NAO DIGO ADEUS E SIM UM ATÉ BREVE.

    Responder

  6. sergio:

    Que Deus o ilumine esse bravo guerreiro, um exemplo a ser seguido…
    orgulho sergipano.

    Responder

  7. José Carlos Belarmino Filho:

    Vá com Deus, velho lobo do mar que vc descanse em paz, a Marinha Mercante está de luto, mas a sua lenda viverá para sempre.
    Sds,

    José Carlos Belarmino Filho
    2ºOficial de Máquinas

    Responder

  8. Breno Bidart:

    Esse era um prático de verdade, das antigas.esse é um exemplo de que velhice não é problema para ninguém. Pulava do passadiço com 80 anos e nadava até a praia.
    esse sim que deveria ter deixado herdeiros.Na minha praticagem, já ouvia falar dele.
    Breno Bidart

    Responder

  9. Fernandes:

    Menos Casps Lock !

    Responder

  10. Eron Pessanha:

    Grande Zé
    Que o Protetor o tenha a seu lado para quando precisar…
    Tive o privilégio de estar com ele inúmeras vezes quando estive em Aracaju.
    Era invejável a forma como saltava dos passadiços e voltava para a praia.
    Lamentável como poucos brasileiros o conheceram, figura que merecia ter reconhecimento nacional….
    Forte abraço Grande Zé Peixe…espero revê-lo um dia…
    Eron Pessanaha

    Responder

  11. Adriana Oliveira TAA:

    Li uma matéria aqui no blog um tempo atrás sobre ele , um grande exemplo de vida , profissionalismo…
    O barco q eu trabalho tá indo pra Aracajú, sabendo q ele era desta cidade cheguei a comentar com os colegas a respeito dele.
    Essa notícia nos entristece, p q ele já não mais se faz presente em nosso meio, mas com certeza está em bom lugar.

    Segura na mão de Deus, segura na mão de Deus
    Pois ela, ela te sustentará
    Não temas, segue adiante, e não olhes para trás
    Segura na mão de Deus e vai

    Que Deus o tenha.

    Responder

  12. JBS - MNM:

    QUE DEUS DÊ UM BOM DESCANÇO, A ESTE VELHO MARINHEIRO VERDADEIRO HOMEN DO MAR QUE COM CARINHO, AMOR, DEDICAÇÃO E PROFISSIONALISMO SOB CONDUZIR A SUA VIDA DEDICADA A ESTA BONITA PROFISSÃO E VERDADEIRAMENTE CUMPRIO A SUA MISSÃO DEIXANDO PARA AS GERAÇÕES FUTURAS UM BONITO LEGADO E UMA BONITA HISTÓRIA QUE SÓ ELE SOB FAZER.

    Responder

  13. ASA Elpson:

    Parabéns Zé Peixe pela sua dedicação e amor a profissão, o mundo seria bem melhor se existisse mais pessoas como você,que Deus te receba de braços abertos.

    Responder

  14. Carlos Alberto:

    DESCANÇA EM PAZ ZÉ PEIXE, TENHA CERTEZA QUE TODOS QUE TRABALHARAM COM VOÇÊ, COMO EU TIVE ESSE PREVILÉGIO ESTAMOS SENTIDOS COM A SUA MORTE.
    QUE DEUS O TENHA NA SANTA PAZ.

    Responder

  15. givaldo:

    ++++++++++++++++++++++++ APPRENTICE PILOT ++++++++++++++++
    ++++++++++++++++++++++++ Prático praticante +++++++++++++++++++

    ***** Até que confundiu-se piloto oficial de náutica e o prático, quase houve, …
    ou até quem sabe piloto oficial de náutica, em luta para ser prático de porto ou
    da costa. Já que desde que ingressei no setor que há essa … do faz e refaz…

    ***** Até antes do ano 2.000 a categoria de *ARR, congestionava essa discur-
    ção, já uma porcentagem dos oficiais, radiocomunicações e, náutica queria…
    até a categoria ARR foi extinta. …
    ========================================================

    .o
    [`'] SCRAPS ALGUNS **************************************************************

    ***** Sem distorções da personagem narradora. …

    ***** O autor poderia escrever praticante de prático e, mesmo assim ainda, …
    outra vêz, não recomeçaria do zero e, usando o mesmo papel. …

    Responder

  16. Givaldo:

    QUANDO EM VIDA: … fôsse Zé Peixe presidente de sindicato, até que, …
    em prol da coisa a CLT ser mod. o mesmo já fizera. … até que fôsse espe-
    rar os fatos acontecerem para discutir nova lei ou discursão modificação da
    atual Zé Peixe já estava a bordo e de volta pra casa. …

    Responder

  17. Esmeraldo Neto:

    Tive a honra e o grande prazer de conhecer e trabalhar com o Zé Peixe, pessoa honrada e que não trabalhava de prático por dinheiro, nem mesmo pelo trabalho, mas pelo simples fato de “ajudar” o pessoal de bordo e os respectivos agentes. Nunca se recusou em ajudar no arrasta que o vento dava no TMIB, sempre com aquele sorriso tímido. Timidez injusta, como agente, em diversas oportunidades eu ouvi dos comandantes uma certa ironia da sua maneira exótica, porém, também todos enfatizavam a grande destreza e principalmente o profundo conhecimento sobre aquele mar.

    Vá amigo, levando consigo o restinho do charme que antigamente a “navegação” tinha.

    Responder

  18. 3aKeen:

    Agora que ele esta nas nuvens do ceu vai poder guiar um navio cheio de almas, que todo dia aporta chega por la. E Sao Pedro de atalaia e Ze Peixe de Pratico….

    Responder

    • CTR:

      NAVEGAÇÃO MERCANTE: … impostos e papelada ; nas condições do navio do trigo,
      para chegar até porto de Aracaju – rio Sergipe. O (C.R.) também pudera ser adotado,
      entretanto o armador ainda tivera, que contar com a aceitação do CMT querer retor-
      nar uma 2ª vez ao porto de Aracaju – rio Sergipe. … logo alguns diziam, que o mes-
      mo poderia estar perdido. …
      =======
      .o
      ['`] SCRAP ALGUM (I) @@@
      … e é, … quando se via navio do trigo de bandeira de outro país no rio Sergipe,
      alguns até queriam apostar , que o mesmo não mais voltaria uma 3ª vêz. …
      ————————————————
      .o
      ['`] SCRAP ALGUM TRADUÇÕES (I) @@@

      Responder

  19. Cleilton Lima Rabelo:

    Vai com Deus, moro em barra dos coqueiros-SE, fiz curso na capitania dos portos de Sergipe e tive a oportunidade de escutar uma palestra dele, vi a doenca dele e tenho orgulho de ser Sergipano, pelas forcas e coragens!!

    Responder

  20. cdm gilberto de frança mello:

    zé do peixe foi um heroi exxemplar da nossa marinha fazia o serviço com amor e dedicação; salve zé do peixe.

    Responder

  21. paulo sergio n ferreira:

    QUE DEUS O TENHA EN SEU CONFORTO CELESTIAL . QUE NAS PICINAS JUNTO COM OS ANJOS VC POSSA CONTINUAR A FAZER O QUE VC MAIS GOSTAVA . QUE DEUS CUIDE DE VC COMO VC CUIDAVA DE NOIS .

    Responder

  22. ernesto kauffmann:

    SEU ZE COMO EU O CHAMAVA QUANDO TRABALHEI EM ARACAJU E O CONHECI,NA EPOCA TRABALHAVA EM REBOCADOR DE PLATAFORMA MAS ASIM COMO DEUS ILUMINOU SUA VIDA AQUI NA TERRA QUANDO DE SUA PASSAGEM,ELE ESTA ILUMINANDO A SUA CAMINHADA PARA A VIDA ETERNA, SEU ZE FIQUE COM DEUS.

    Responder

  23. CTR:

    .o
    [‘`] SCRAPS @@@
    … anos 60 e décadas seguintes, … atualmente estamos na “era pós tudo”, isto é pós [ 1ª, 2ª Guerras Mund. e Guera Fria ], … é só bonança, agora com
    pouca inspiração pra diversos, os veteranos, já não têm tantas inspirações
    como antes, …

    Responder

  24. ROBERTO GANCHO:

    Tive o prazer de ser guiado no rio sergipe sob sua orientação, quando por ocasião das festividades do dia 1º de janeiro, em homenagem ao nosso senhor do bom Jesus. Pessoa de uma simplicidade única. Que Deus nosso criador o acolha com todas as suas bençãos. Valeu Zé Peixe. Voce passou pelo mundo porém, ficará na história. Que seu exemplo seja seguido por todos os que abraçam essa profissão. PARABÉNS!

    Responder


Deixe uma resposta

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes