O que é um prático de navio?

seg, mai 21, 2012, 8.504 views

Ciaga/Ciaba, Documentação, Navegação, Praticagem, Segurança  

Bookmark and Share

por Erik Azevedo

BlogMercante – O que é um prático de navio?

Instituto CPM – Prático é o profissional aquaviário que auxilia os comandantes dos navios nas manobras de atracação, desatracação, fundeio e movimentação do navio em áreas restritas onde o serviço de praticagem é obrigatório. Para isso, é necessário que o prático conheça toda a região onde trabalha: condições normais de vento e corrente na região, efeitos da maré, tipo de solo/fundo do mar, perigos à navegação que possam existir no local, rebocadores e auxílios à manobra disponíveis para o porto em questão e outros detalhes mais específicos para aquela ZP (Zona de Praticagem).

BlogMercante – Este é um concurso público?

Instituto CPM – Não. O concurso para Praticante de Prático é para quem tem nível superior em qualquer área de formação reconhecida pelo MEC. Uma vez aprovado e já habilitado, o prático passa a fazer parte de uma empresa de praticagem, podendo associar-se a uma empresa já existente ou criando uma nova. Em ambas as situações, o trabalho será o mesmo em termos de carga horária e remuneração. Assim, o prático tem um salário base mais uma participação de lucro pelos trabalhos efetuados, o que faz sua renda mensal ser muito elevada e acima do que a de quase todas as outras profissões do mundo.

BlogMercante – Como é o processo seletivo para a carreira de prático?

Instituto CPM – O processo seletivo é realizado pela Marinha do Brasil, através da DPC (Diretoria de Portos e Costas), com duas fases principais, sendo a primeira uma prova escrita de conhecimentos de Manobrabilidade do Navio, Arte Naval, Navegação em Águas Restritas, Legislação e Regulamentação, Meteorologia e Oceanografia e Comunicações, e a segunda uma prova prática de manobra do navio, normalmente realizada no Centro de Simuladores do CIAGA. Após aprovado em todas as etapas do processo seletivo, o candidato recebe a Habilitação de Praticante de Prático, através da qual pode iniciar o treinamento que tem período mínimo de 1 e máximo de 2 anos, quando então pode ser avaliado para receber a Habilitação de Prático e iniciar as atividades com a remuneração tão sonhada pelos concurseiros de todo o Brasil.

BlogMercante – Qual é o limite de idade?

Instituto CPM – O concurso nunca estipulou uma idade limite. Sabe-se que o prático, ao completar 70 anos, deixa de fazer parte do cartão de lotação daquela ZP e abre-se uma nova vaga para a mesma, porém, mesmo após os 70 anos, o mesmo pode continuar trabalhando, o que é muito normal, não apenas por conta da remuneração, mas também pela carga horária extremamente reduzida. Em Santos, por exemplo, um prático trabalha 02 dias e tem 08 de folga, isso sem contar o período de repouso dentro dos dois dias trabalhados nem os 30 dias de férias anuais.


BlogMercante – Qual a relação entre o Instituto CPM e o serviço de praticagem?

Instituto CPM – O Instituto CPM é uma empresa criada pelo oficial de náutica Anselmo Rodrigues Alves, formado pela EFOMM (Escola de formação de Oficiais da Marinha Mercante), localizada no CIAGA (Centro de Instruções Almirante Graça Aranha), que reuniu em seu curso os melhores professores do Brasil, alguns dos quais já participaram da banca examinadora do concurso para Praticante de Prático ou atua diretamente no serviço de praticagem, o que deixa claro que a equipe é a mais especializada no Brasil e os professores têm experiência suficiente para preparar até os candidatos cuja formação profissional seja de uma área não relacionada à Marinha Mercante. Assim, um professor de educação física ou um músico, por exemplo, terá totais condições de ser aprovado, como aconteceu no concurso de 2011, onde o CPM teve 20 aprovados para a primeira fase.

BlogMercante – Esse é um concurso anual?

Instituto CPM – Não. Esse concurso não ocorre se não houver vaga disponível. Para haver uma nova vaga, dependemos de alguns fatores, tais como ampliação da região portuária, um prático completar 70 anos ou mudar de uma ZP para outra por meio de concurso, aumento da movimentação de navios na região, e até mesmo a criação de novos portos, o que é hoje uma realidade nacional com a expansão portuária e crescimento do Brasil.

BlogMercante – Qual a previsão de um novo concurso?

Instituto CPM – Os últimos concursos ocorreram em 2006, 2008 e 2011, respectivamente. Acreditamos que o próximo seja em 2013 ou, no máximo, em 2014. A hora de iniciar os estudos é agora. Por isso muitos candidatos já iniciaram os estudos. Afinal, passar no concurso de prático é o sonho de muitos concurseiros e investir nos estudos para essa área é uma atitude extremamente inteligente. Muitos alunos estão iniciando os estudos agora, pois o concurso está sendo mais divulgado a cada dia e a concorrência ainda é muito pequena. Em 2006, pouco mais de 500 candidatos participaram do concurso. Em 2011, quando mais pessoas já conheciam o concurso, o número de candidatos ainda foi muito pequeno, 1.973 inscritos, sendo que muitos ainda faltaram a prova porque estavam embarcados.

BlogMercante – Podemos afirmar que o Instituto CPM oferece um curso específico?

Instituto CPM – Sim. O curso preparatório do CPM para o concurso de Praticante de Prático ficou quase dois anos em desenvolvimento e está em constante atualização para chegar ao nível que está hoje. Não tivemos até hoje nenhum caso de desistência e os alunos elogiam muito as aulas. São inúmeros elogios o tempo todo. Isso é a parte mais gratificante do nosso trabalho: o reconhecimento dos nossos alunos.

BlogMercante – O Instituto CPM está com algum curso preparatório no momento?

Instituto CPM – Sim. Hoje temos o nosso curso a distância, onde os alunos podem assistir as aulas pela internet a qualquer momento, oferecendo uma flexibilidade de horário atraente e muitos outros benefícios, como os mais de 1.500 exercícios em simulados online, onde os alunos podem avaliar seu desempenho de acordo com o nível da prova. Oferecemos ainda as provas dos últimos concursos, que estão disponíveis em simulados.

Para mais informações, sugerimos que entrem em contato com nossa equipe de atendimento pelo telefone (22) 2522-1330 ou diretamente pelo portal www.institutocpm.com.br.

, , , ,

27 Respostas para “O que é um prático de navio?”

  1. Thiago:

    Nas vias de fato, a diferença fundamental entre o comandate do navio e o prático:
    O comandadente do navio acredita que é Deus…
    E o prático tem certeza que é!

    Sds.

    Responder

  2. ravel:

    se eu nao me engano, quem pissui CIR nivel de equivalencia 4 (MNC,MNM), tambem pode fazer o concurso.

    Responder

    • CTR:

      NAVEGAÇÃO MERCANTE: … grupos e categorias do pessoal de Marinha Mercante,
      … até que o instrutor das aulas de navegação ao curso de ARR na CPSE comenta-
      ra quanto ao Prático E o Praticante de Prático ser do 1º Grupo ( MARÍTIMOS )
      =======
      .o
      ['`] SCRAP ALGUM (I) @@@
      … e fôra vários anos atrás, em outra legislação, Zé Peixe ainda era vivo, quando
      essas categorias foram transferidas para o 5º Grupo ( PRÁTICOS )
      ————————————————
      .o
      ['`] SCRAP ALGUM – OUTROS (I) @@@
      … e por essa época o canal 4 estivera como estivera e, canal 8 chegando, mais forte,
      porém no dia inauguração incendiara e, a fé não falhara. …

      Responder

  3. Indignado:

    isso tá cheiando à propganada!!! kkkkkkkkkkk
    quero ver se tem coragem de publicar isso!
    _____________________________________
    Moderação BM
    Caro Fuentes, a matéria esta ai para esclarecer, nada mais do que natural apoiarmos quem se dispõe à isso.
    Se não fosse assim ninguém mais assistiria TV ou compraria jornais e revistas.

    Sem mais

    Responder

  4. Helder:

    Nem o Coamndante nem o Prático se assemelham a DEUS. DEUS não erra ja o Prático e o Comandante SIM.

    Responder

  5. CDM William:

    eu creio que deveria ter alguma matéria falando a responsabilidade de um pratico e seus ônus e bônus , vejo muita gente só falar de salario , mas o pratico tem q arca com uma responsabilidade, vejo muito pratico fazer um monte de besteiras , houve época no passado q pratico ia manobrar navio bêbado e encalhava os navios entre outras besteiras q faziam. e lembramos também que antes de 94 ser pratico era hereditário ,nos dias atuais que a habilitação de pratico é por concurso , eu sou contra a pessoas só com nivel superior fazer o concurso de pratico ,tem muito mestre de cabotagem tem conhecimento e experiência monstruosa de manobra que poderia ser um pratico anos luz melhor que os do passado e atuais

    Responder

    • Thiago:

      Se o prático subir com o navio nas pedras quem é responsabilizado é o comandante da embarcação.
      O prático esta no passadiço para auxiliar o comandante da embarcação, e por conta disso, toda a responsabilidade é do comandante do navio!

      Responder

      • CDM William:

        auxiliar o comandante da embarcação???????? só se for isto na teoria o que eu vejo é pratico dando ordem em rebocadores para efetuar manobra e cmt não se entrometem em nada

        Responder

        • Thiago:

          Mas na teoria é isso mesmo que eu falei, a prática é outra história. Eu também já trabalhei em rebocares portuários e sei bem oque vc falou, é muito difícil ver o comandante assumir o controle da manobra, já presenciei alguns práticos fazendo altas “cagadas” sem que houvesse qualquer intromissão do comandante da embarcação na manobra.

          Responder

        • Alex:

          Na pratica sim
          Na realidade o ato de dar ordens aos rebocadores mensurando o bolard pull e usando o linguajar dos mestres do portuário que variam de região para região e uma das tarefas do pratico.
          O resto e com o comandante ele usa o pratico apenas como uma ferramenta se hoje vc chegasse em um porto estrangeiro vc nao saberia as gírias locais que variam, e ai que entra o pratico so no portuário trabalhei anos direto no tebig em angra dos reis la na monsuaba.
          respondido?

          Responder

          • José Ferreira:

            Bom dia Alex e outros especialistas!

            Meu nome é José Ferreira, tenho 39 anos e curso superior em música nada a ver com o assunto hehehe. Acontece que música naum da muito dinheiro e a algun tempo ouvi falar desta profissão de prático. Gostaria de saber de vc como posso se existe uma forma de iniciar meus estudos desta como observador para começar a entender um pouco, além dos estúdos teoricos que levarei paralelamente claro, e também se vc aconselha alguem com minha idade querer iniciar nisso e se terei chance, vc como profissional da área poderia me dar algumas sugestões?
            Grato.
            e-meil: indio_soul@yahoo.com.br

            Responder

    • Ramon:

      Concordo com campanha William em gênero número e grau.

      Responder

  6. Aragão, João Dias:

    Quem disse que não é concurso público?
    Ora, se não é público, privado é. Só entra convidados ou indicados?

    Todos sabem que não é assim, portanto, é CONCURSO PÚBLICO, sendo que o candidato precisa atender alguns requisitos conforme dispuse o EDITAL de seleção.

    Boa sorte aos interessados.
    sds. marinheiras.

    Responder

  7. Aragão, João Dias:

    onde se lê, dispuse, Leia-se: dispuser.

    gratos.

    Responder

  8. Evandro:

    Fiz a ultima prova de 2011 e estudei com o CPM. Se não fossem as aulas não tinha entendido boa parte da matéria e os professores ainda deram varios “bizus” para facilitar o estudo ……. continuo estudando para o próximo !

    Responder

  9. Murilo:

    Caro Aragão,

    Segundo a NORMAM 12/DPC, art. 0201, item “a”:

    O preenchimento de vaga de Prático em Zona de Praticagem (ZP) dar-se-á, inicial e exclusivamente, por meio de Processo Seletivo à Categoria de Praticante de Prático, doravante denominado Processo Seletivo [...]

    Ademais, em seu item “c”, a NORMAM em questão declara expressamente:

    O Processo Seletivo, portanto, não se destina ao provimento de cargo ou emprego público, não sendo, consequentemente, concurso público de que trata o Art. 37, II, da Constituição Federal.

    Sendo assim, cabe chamar o processo pelo qual se seleciona os Praticantes de Práticos simplesmente de “Processo Seletivo”.

    Na dúvida, vale buscar informações diretamente na NORMAM, fonte segura e oficial acerca do exercício da Praticagem, seleção de pessoal etc.:

    https://www.dpc.mar.mil.br/normam/N_12/normam12.pdf

    Abraço!

    Responder

    • João Dias Aragão:

      Caro Murilo,

      O CONCURSO É QUE É PUBLICO,
      NÃO O CARGO OU EMPREGO.

      O fato de ser uma seleção, não tira o caráter público, qual seja, o de obedecer a forma prevista na NORMAM. Observe que, se não for previamente APROVADO,e, mesmo assim, obedecendo a ordem de clasificação, não proverá a vaga.

      O aspecto público da seleção, visa alcançar o Princípio da Legalidade, da Moralidade, da Impessoalidade e da Transparência pública, de tal forma que,deve ser regido por um edital emanado de uma autoridade competente, publicidade dos atos, sendo certo que, todos podem participar, desde que atendam aos requisitos previstos no edital e na lei.

      Não fiz referência ao Art. 37, II, da CRFB/88, tampouco, ao Regime Jurídico dos Servidores Públicos da Adm. Direta ou Indireta, Autarquias, Fundações, dos três Poderes, no âmbito Municipal, Estadual ou Federal, estes sim, para provimento de cargos e empregos públicos,efetivos de carreira, de acordo com a natureza e a complexidade, na forma prevista em lei.

      sds. marinheiras
      sds. democráticas.

      Responder

  10. leitor:

    na real independente de todos os comentarios citados seja a favor ou contra,na verdade la no fim do tunel de tudo isso,esta organização alem de ser bem fechada e uma frabrica de dinheiro e geram milhões e bilhões ao ano.sds a todos

    Responder

  11. Helder:

    Eu entendi sim Thiago o que vc disse, talvez não tenha me expreesado corretamente.Abraços

    Helder/ MNC

    Responder

  12. MATHEUS:

    quantas vagas abrem em media?

    Responder

  13. Heraldo Galvão:

    Gostaria de saber mais detalhes de como me tornar um pratico, tenho 29 anos e estou no ultimo ano de administração.

    Responder

  14. eliane herpin:

    boa noite, meu marido e pratico a 10 anos aqui na frança.(ele é frances ) nos gostariamos de viver na minha terra. ele pode passar o concurso de pratico no brasil? eliane

    Responder

  15. Elias:

    Achei uma falta de conhecimento do repórter do jornal O GLOBO ao chamar o
    Prático de flanelinha de navios, acho que ele deveria procurar se informar
    melhor sobre esta profissão que requer muito conhecimento.

    Responder

  16. thaynnara:

    Olá,queria saber se tem mulheres trabalhando no ramo de ‘pratico’.E como seria para entrar sem saber nada sobre um barco se quer? Como eu só tenho o ensino médio completo o que devo procurar para exercer a Profissão? Desde já agradeço.

    Responder

  17. Gabriel:

    Eu me interesso pela profissão, gostaria de saber o que é necessário, podem me ajudar?

    Responder


Deixe uma resposta

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes